Podar para renovar

Capaz nom te decataste de que êste mês nom convoquei o Encontro Biocêntrico Tecendo Saúde. O motivo é simples: depois de muito reflexionar decidim que é o momento de fechar este projeto. Polo menos na sua forma atual. Fago-o desde o sentir profundo de que este projeto cumpriu com os objetivos marcados e tivo a sua funçom na algura na que nasceu, alá polo mes de abril, em pleno confinamento. Porém agora é tempo de sacar as tesouras e fazer poda.

Foto: Gary Barnes.
Continuar lendo…

Tecer saúde comunitária em contextos de virtualidade: oportunidades e desafios

“Durante os meses de confinamento domiciliário, dado o isolamento em que se encontravam muitas pessoas e os altos níveis de mal-estar psíquico, abrimos um espaço biocéntrico em linha do cuidado comunitário da saúde. Encontros virtuais umha vez por mês nos quais poder partilhar sentires, reflexons e práticas saudáveis. Tecendo saúde foi o nome dado a esse projeto piloto de investigaçom-açom no que experimentamos com a Biodanza no contexto virtual. 

Os objetivos eram claros: mover o corpo, aliviar tensons, recuperar alento. Fomentar o sentimento de pertença a umha comunidade que cuida da saúde pessoal e coletiva. Trabalhar conteúdos tam fundamentais como a sustentabilidade da vida desde linguagens e racionalidades nom hegemónicas. Através da co-escuita, da palavra sentida, da vivência, do movimento, dos elementos simbólicos e da música abrimos portas a aprendizagens em comum tendo a afetividade como guia. Ao longo de onze meses refletimos sobre cuidados e auto-cuidados, interdependência, vulnerabilidade, memória, território, espiritualidade, comunidade. Nom a partir do teórico, mas do experiencial, do mítico, do poético, sem prejuízo de nom estar a partilhar presencialmente. 

Foto: Fausto Uheara.
Continuar lendo…

Tecendo Saúde: dar mais vida à vida

A vitalidade é um elemento central para a saúde e o bom viver. Trata-se da energia disponível para a açom e vai associada ao equilíbrio orgânico, sensaçom de bem estar, abertura e disposiçom para alegrar-se. Também tem relaçom com os instintos e portanto com as funçons que garantem a sobrevivência e a auto conservaçom.

Este é o convite para o próximo Encontro Biocêntrico On Line Tecendo Saúde que terá lugar o domingo 25 de abril de 18:30 a 20:45h.

Continuar lendo…

O princípio biocêntrico é insurgente; portanto, feminista*

De um tempo a esta parte escuito em muitas bocas a expressom “pôr a vida no centro”. Umha frase mui presente entre a comunidade biodanceira, alude à pedra angular do Sistema Biodanza e ao compromisso que deve orientar a nossa prática profissional, pessoal e coletiva.

Recordo que a primeira vez que escuitei falar do princípio biocêntrico fiquei mui surpreendida dado que convergia em grande medida com as formulaçons ecofeministas. A ideia de que a fantasia de autosuficiencia, progresso e domínio da natureza oculta umha profunda ecodependência. De que formamos parte dunha grande rede que conecta diferentes formas de vida e que a vulnerabilidade que nos caracteriza como espécie faz-nos interdependentes. Precisamos de outres para viver. Por isso o amor, a ternura e a sociabilidade som tam importantes para a nossa sobrevivência.

Porém, os corpos que historicamente reproduzírom e sustentárom a vida humana e nom humana fôrom o das mulheres e identidades dissidentes do sistema sexo-gênero heteropatriarcal.

Foto: Colectiva Transfeminista de Biodanza (Argentina).
Continuar lendo…

Seguir cultivando existências em comúm

No último dia do ano chegaram-me desde Canárias estes versos da querida Koldobi Velasco. Emocionaram-me muito e de imediato senti que representam a essência deste projeto. Os nossos desejos para este novo ano.

Seguiremos a nutrir redes de colaboraçom e afeto que sustentem existências em comúm. Que agromem muitos mais ácios plenos de sabor, cor, companhia neste ano.

Tecendo Saúde: transformar a frustraçom em força criativa

Desanudar emoçons difíceis, canalizando-as cara a fins construtivos e criativos.

A frustraçom e a raiva som emoçons mui frequentes nos últimos meses. A atual situaçom sanitária está a colocar-nos frentre a desafios e cambios continuos. Diariamente estamos a lidar com expectativas que se frustram, planos que nom podemos levar a cabo, hábitos que nos vemos na necessidade de cambiar.

Para transitar esta situaçom de forma saudável é vital aprender a canalizar estas emoçons de modo a que nom se convertam em comportamentos de mal trato para conosco e para com as demais pessoas. Evitar que se cristalicem como amargura ou autocomiseraçom supondo um fator de risco para a nossa saúde e bem estar.

Continuar lendo…

Obradoiro temático Enraizar: agora também em Corunha

A resiliência é um conhecido fator protetor da saúde e do bem estar. Através de 3 sessons temáticas abordaremos diferentes aspectos da resiliencia empregando a metodologia Biodanza. Através da palabra partilhada, da música e do movimento enraizaremos os conteúdos e trataremos de sementar a força interior que precisamos para atravessar estes tempos difíceis, cuidar a nossa saúde e projetar-nos cara o futuro.

Pessoa de costas para a câmara levantando o cabelo e com uma folha apoiada sobre a sua coluna vertebral.
Foto: Matheus Bertelli em pexels.
Continuar lendo…

Cuidando a comunidade, espalhando saúde e bem estar

Imagino que as pessoas que me seguem há algum tempo conhecem a minha implicaçom em diferentes espaços e iniciativas sociais. Algo que vem de longe e que nesta altura empapa-se deste compromisso renovado com a saúde e o bem estar da comunidade que supom o projeto Biodanza Cheia de Vida.

Por isso é imensa a satisfaçom quando se conjugam estas duas dimensons que sinto profundamente interligadas: o engajamento social e o desenvolvimento deste projeto profissional que em realidade nasce e nutre-se do primeiro. Este mês vivim experiências que encarnam essa cumplicidade de fazeres.

Mans nas que se entrelaça um fio de lam rosa formando uma rede.
Tudo está interligado na trama da vida! Foto: Shheila em Flickr.
Continuar lendo…