Abraçando a ansiedade, compreendendo a sua mensagem

Hoje ao preparar o encontro biocêntrico do próximo domingo, que como sabes versará sobre o acorpamento coletivo da ansiedade desde a compaixom, lembrei deste artigo da querida Mai Insua para a Revista Revirada.

Um texto que me ressoa muito porque comunica desde a experiência própria e a vulnerabilidade. E também porque nos convida a abraçar esta emoçom e compreender a sua mensagem:

“A ansiedade ten que ver cun sistema natural de alerta que traemos de base e que está relacionado coa nosa supervivencia. “

Ilustraçom: Kathrin Honesta.
Continuar lendo…

Tecendo Saúde: acorpando a ansiedade

O sistema quere-nos débeis, tristes, separades. Mais com o feminismo aprendim que o pessoal é político e é por isso que precisamos politizar as nossas emoçons e sentires, mais sobre todo, a nossa sanaçom. Sanar-nos é um ato de tenrura para conosco. Advoguemos sempre polo autocuidado.” Yadira del Mar

Acorpar as sensaçons físicas que conleva a ansiedade e o sentimento de falta de controle, o medo e a angústia. Oferecer-nos contençom amorosa e vivenciar a segurança e a confiança como possíveis caminhos para converter a ansiedade e o medo em coragem e alegria de viver. Este é o convite para o próximo Encontro Biocêntrico On Line Tecendo Saúde que terá lugar o domingo 28 de fevereiro.

Continuar lendo…